VANESSA THORPE DO “GUARDIAN”   17/09/2014 (Read the original article here)

Ela passou anos escapando da polícia de Londres, armada com suas latas de tinta, mas nos últimos a artista de rua britânica conhecida como Bambi ascendeu ao mundo da fama e do glamour.

Quando o rapper Kanye West deu à noiva Kim Kardashian um retrato pintado por Bambi que a mostrava seminua, como presente de casamento, foi um momento de triunfo.

Quem é Bambi exatamente? A estrela do grafite foi definida como “a versão feminina de Banksy” quando conquistou mais atenção pública, em 2011, ao pintar em uma porta em Camden Town a cantora Amy Winehouse, que tinha morrido pouco antes.

Como Banksy, ela mantém sua identidade em segredo. E agora, como o renomado artista de Bristol, suas obras estão sendo vendidas por dezenas de milhares de libras.

Nomes famosos fazem fila para comprar. Michelle Rodriguez, atriz de “Lost”, encomendou um retrato de sua então namorada, a modelo Cara Delevingne, e o cantor Robbie Williams adquiriu um retrato de bebê antes que seu filho nascesse.

Há rumores de que Bambi no passado fez sucesso na música e estudou na Central St Martin’s School of Art. As fofocas sobre sua verdadeira identidade hoje giram em torno das cantoras M.I.A. e Paloma Faith, ambas alunas da St Martin’s, mas palpites mais excêntricos incluem as cantoras Geri Halliwell e Adele.

PARCERIA COM BANKSY

Uma exposição em Londres, intitulada “When Banksy Met Bambi” (quando Banksy conheceu Bambi), mostrou, em abril, obras dos dois artistas juntas pela primeira vez, e se seguiu a um período de trabalho colaborativo entre eles em Nova York.

Ambos começaram como figuras excluídas e determinadas a solapar o mundo da arte. “Parecia haver uma grande separação entre o processo sujo, orgânico e mal cheiroso de fazer arte e os espaços estéreis em que a arte era exibida”, diz Bambi.

Ainda que não apresente o humor aguçado de Banksy, as imagens de Bambi não são todas, porém, homenagens fofinhas. Seu “Hero to Zero”, de 2010, mostra um jovem de aparência agressiva com um cachorro na coleira, e representa um ex-soldado britânico que se tornou mentalmente instável depois de servir no Afeganistão.

Bambi diz que manter segredo sobre sua identidade continua importante. “O principal motivo é segurança, e o segundo é a liberdade de criar.” “Sei que o que faço é ilegal”, afirma a artista.

“É um delito contra a propriedade, e fico nervosa quando estou na rua, muitas vezes na madrugada. O problema é que não consigo resistir a uma parede lisa.”

Tradução de PAULO MIGLIACCI

SOURCE: http://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/2014/09/1516795-grafiteira-inglesa-bambi-conquista-clientes-famosos.shtml